3

Como tudo começou part.2


Os dias passaram e a cada dia as coisas iam piorando, as pessoas na rua ficavam me olhando, comentando e rindo, como se fosse eu fosse um palhaço! Eu me tornei o assunto do bairro, todo mundo e em todo o lugar comentava.  Eu já não sentia mais vontade de aparecer na rua, fica com vergonha e me sentindo mal, passava a maior parte do dia dentro do meu quarto chorando implorando para que tudo isso passasse logo e que as pessoas me deixassem em paz.  A minha mãe passava 24 horas por dia jogando na minha cara que eu só trazia desgosto pra ela, que eu era burra, e que apesar dela ter ensinado que “isso” era errado eu fui e fiz! Eu já estava cansada disso tudo e tinha vontade de sumir e nunca mais voltar, ir pra outra cidade com Rony só pra ela parar de me encher, até pensamos de ir para Salvador morar na casa dos avós dele, mas desistimos. Então a única coisa que eu podia fazer era escutar tudo e ficar calada. Os meses foram passando a  minha barriguinha foi aparecendo, ai veio a confirmação de que o bebê era um menino. no começo eu não gostei, eu queria uma menina pra poder colocar lacinhos e arrumar o cabelo, por roupas cor de rosa etc. Mas em fim, fui me acostumando com a ideia, mas sempre existia algo que me estressava e que me dava mais e mais vontade de ir embora, querem saber o que é? no próximo post. (:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

3 comentários:

  1. Eu tambem passei por isso
    mais Graças a DEUS depois tudo
    e todos foram mundando a forma
    de pensar em relação a isso

    só basta confiar e entregar nas mãos de DEUS

    e pronto o resto ele se encarrega de fazer


    Ameiiii



    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Poois é, sempre começa assim, mas no final as coisas mudaam (:
    Beeijos e obrigada por leer (:

    ResponderExcluir
  3. ai mulher termina de contar tua história, vai???

    ResponderExcluir

Comentarios:

Parceira

Parceira
Fraldas Capricho

Drianny - Afilhada Virtual

Drianny - Afilhada Virtual
Clique na foto e conheça o blog da mãe dela

Pergunte-me